Eti-quê?

Olá galera universitária,

Hoje vamos tratar de um assunto pouco conhecido entre os jovens: a etiqueta.

Mais cedo, eu e o Giu conversávamos, e acabei contando que na minha antiga escola eu tive algumas aulas de etiqueta. Pode parecer antiquado, mas a etiqueta é de fundamental importância para o relacionamento entre as pessoas e, também para alcançar sucesso profissional. Isso por que, hoje em dia, estamos tão acostumados a nos relacionar em meio on line, que quando temos que nos portar de determinada forma em alguma situação, não temos nenhuma noção de como fazer.

Por exemplo: Você vai conhecer os pais da sua namorada (o) e eles marcam em um restaurante mais clássico. Como utilizar aquelas dezenas de garfos e facas? É bem mais simples do que parece. Uma vez decorado e praticando diariamente você acaba tornando disso um hábito. Pra mim, por exemplo, é tão automático que às vezes me pego posicionando os talheres até mesmo na bandeja do RU (ok, nem sempre).

Abaixo, segue algumas dicas importantes de como se comportar à mesa:

  • Não se corta todo o alimento de uma só vez;
  • Nunca sopre ou faça barulho ao tomar sopa e nem vire o prato da mesma;
  • O pão é partido com a mão;
  • Conserve os cotovelos bem próximos ao corpo;
  • Se você estiver fazendo uma pequena pausa na refeição, os talheres deverão ficar como na forma do acento circunflexo (^), sobre o prato;
  • A colher de sopa é sempre levada à boca pela lateral, antigamente era à frente;
  • A faca quando não estiver sendo utilizada deverá ficar sobre o prato na parte superior.
  • No restaurante, a primeira coisa que se faz ao sentar é colocar o guardanapo, caso ele seja de pano, no colo (cuidado para não escorregar). Se o guardanapo for engomado, deixe-o dobrado na horizontal, pelos vincos, para não escorregar.
  • Sempre que for levar o copo à boca, passe antes o guardanapo nos lábios.
  • Se precisar se levantar durante a refeição, lembre-se de colocar o guardanapo sobre a toalha, à esquerda do prato, sem dobrá-lo. Ao fim, depois do cafezinho, faça o mesmo;
  • Ao terminar, coloque os dois talheres juntos (não cruzados) na posição 4:30h do relógio – é o “código” de que você está satisfeito, e de que o garçom pode retirar seu prato (eles sabem reconhecer os códigos certos – geralmente são treinados para isso)

É claro que etiqueta não é uma camisa de força. No entanto, ter pelo menos algumas noções já o deixa muito mais preparado e confortável para frequentar qualquer ambiente. A etiqueta serve como uma linguagem comum a todos os povos e mostra, principalmente, que você tem respeito pelas pessoas com quem está passando o tempo.

 

1.403 Comments

Conhecendo o RU – Parte 2

Olá galera universitária,

Estamos de volta com a segunda parte do nosso post especial sobre o RU. Como você viu no post anterior, conversamos com duas estudantes do curso de Nutrição da UFV que fazem estágio dentro do Restaurante Universitário, a Débora Silva e a Ana Paula Pereira de Lima.

Divulgação

divulgação

 

Nesta segunda parte da entrevista elas nos contam como é estagiar neste local, além do papel fundamental do voluntário. Você sabe porque diminuiu a frequência das sobremesas no RU? Dê o play para descobrir!

 

Entrevista RU – Voluntário e Estágio by gourmetuniversitario

1.121 Comments

Conhecendo o RU – Parte 1

Olá galera universitária.

Na última semana a equipe do Gourmet Universitário foi até o Restaurante Universitário (RU) da UFV para tirar algumas curiosidades sobre a alimentação que nos é oferecida.

A equipe conversou com duas estudantes de nutrição que fazem estágio no RU, Débora Silva e Ana Paula Pereira de Lima. As duas falaram sobre balanço nutricional, cardápio, estágio dentro do RU e a compra dos alimentos.

Abaixo colocamos a primeira parte da nossa conversa, tratando sobre o cardápio,  balanço nutricional e a forma como o Restaurante efetua suas compras.

Coloca no Play e conheça o RU com a gente!

 

Conhecendo o RU – Parte 1 by gourmetuniversitario

 

960 Comments

Hoje é dia Mundial do Macarrão!

Esta semana temos mais um aniversariante no blog: o Macarrão! A pasta (massa em italiano) é comemorada hoje devido ao 1º Congresso Mundial da Pasta que aconteceu no dia 25 de Outubro de 1995 em Roma.

Mas você, caro apreciador desta massa, sabe da onde veio o macarrão? Alguns estudos dizem que a invenção é chinesa e que foi levada para a Itália pelo mercador Marco Pólo. Outras pesquisas apontam que já se conhecia o macarrão na Cecília um século antes da chegada de Marco Pólo.

A palavra MACARRÃO vem do grego MAKARIA
A palavra PASTA vem do grego PASTILLOS

Pouco importa quem inventou o macarrão, chineses, italianos ou gregos. O importante é que este tradicional prato é apreciado pelos quatro cantos do mundo e deu margem a momentos maravilhosos, como este logo abaixo:

748 Comments

O que te afasta do RU?

Olá galera!

Essa semana estivemos no DCE Barzinho, localizado na área central do campus da UFV, para realizar a seguinte pergunta: “O que te afasta do RU?”.

Um espaço de comida acessível aos estudantes e comunidade ufveiana, o Restaurante Universitário (RU) apresenta uma considerável variedade nas opções de guarnições. Variando o cardápio sempre com o acompanhamento de um nutricionista. Entretanto, é muito comum vermos os universitários comentando sobre alguns alimentos.

Nosso objetivo é fazer uma enquete durante essas semanas para saber o que faz o estudante desistir de ir ao RU.

Não entendeu? Basta dar um play abaixo!

O que te faz fugir do RU? by gourmetuniversitario

E não esqueça de responder a enquete ao lado!
Até mais!

1.082 Comments

É festa!

Olá galera!

Hoje é um dia mais que especial para a equipe do Gourmet Universitário. Acontece que nesta quarta-feira, dia 19 de outubro, Luan Santos fez aniversário!

Para comemorar, nada melhor que uma surpresa….E surpresa DOCE!

Então se liga na receita que eu preparei para comemorar o aniversário do Luan!

 


 

360 Comments

O mundo vai acabar… e ela só quer dançar!

Capital Inicial – Natasha by Arteiro

Para a semana de ‘Bons Drink’ do Gourmet Universitário, nós levantamos a seguinte questão: O que podemos fazer com uma garrafa de Vodka? A resposta é simples: vá até o mercadinho mais próximo e compre várias frutas e suquinhos de pó; tendo açúcar, tudo fica mais gostoso! Então confira o vídeo e lembre-se, Beba com Moderação!

 

840 Comments

A semana mais bonita da cidade!

Chegou a semana que todos esperavam!

Bem, pelo menos nós, criadores desse blog e alguns amigos , aguardávamos ansiosamente. É a semana que encheremos nossos copos e prepararemos BONS DRINK com erro de concordância e tudo mais!


MOMENTO WIKIPÉDIA

O consumo de bebida alcoólica é comum em todo o mundo, os japoneses ficam com o seu saquê, os mexicanos, suas tequilas, os irlandeses e alemães, suas cervejas e nós, brasileiros, temos a caipirinha. Desde a antiguidade – existem relatos do uso de bebidas nos povos do Egito e Babilônia (lógico) - o consumo alcoólico está associado a festividades e comemorações.

Na mitologia existe um Deus para isso!

Dionísio para os gregos, Baco para os romanos. Este é o nome do Deus do vinho. Qualquer semelhança com a expressão BACANAL não é mera coincidência, este era o nome que se dava às festas realizadas por este Deus. Baco era conhecido devido seus excessos, principalmente em questões sexuais, por este motivo, na modernidade, costuma-se associar a palavra bacanal a festas que possuam…É….Digamos…Sexualidade demais.

Voltando ao nosso post, é notório e conhecido os efeitos que o álcool faz sobre aqueles que o consomem. É sempre bom lembrar que é necessário muita RESPONSABILIDADE na hora de consumir este tipo de bebida. Atualmente, no Brasil, o álcool tem sido uma grande preocupação do Governo, principalmente pelo fato de muitas pessoas “encherem a cara” e depois dirigir. Pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em fevereiro deste ano, revela que o álcool mata, entre os jovens, mais do que doenças como a AIDS ou tuberculose.

Quando acompanhado pela responsabilidade e o bom senso, o brinde é sempre melhor…Então: “Cheers, let’s drink to that‘.”:

728 Comments

O doce sabor do Flop

Olá Universitários!

Apresentamos nosso terceiro vídeo-receita do Gourmet Universitário.

Esta receita nos foi enviada através do nosso DESAFIO. Marlene Sales, de São José dos Campos, quem nos desafiou!

O resultado dessa nossa aventura, você confere em um clique:

Mas isso não acaba assim!

1.231 Comments

i’ll Take You to the Candy Shop

Olá Galera Universitária,

depois de tanto sal, hoje nosso post está absolutamente açucarado. Começamos então com uma pergunta: Você já parou pra pensar por que comer doce dá uma sensação de prazer? Essa sensação está ligada à produção de serotonina, uma substância no nosso corpo responsável por melhorar o humor, causando assim, a sensação de alívio e bem-estar. O açúcar encontrada nos doces como o chocolate é metabolizado mais fácil pelo nosso organismo. Como a serotonina precisa de açúcar para ser produzida, ela entra no sistema circulatório em maior quantidade, dando a sensação de prazer imediato ao corpo.

Nutricionistas comentam que há também a relação de identidade com o doce. Nós comemos, normalmente, em momentos agradáveis. O preferido mundial é o chocolate. Nós brasileiros, criamos o brigadeiro. Este surgiu na verdade como propaganda de uma campanha eleitoral e hoje não pode faltar em festas de aniversário. O chocolate, por sua vez, é extremamente saudável e nutritivo, no entanto, como qualquer alimento, não deve ser consumido em exagero. É recomendável 30 gramas por dia, o que equivale a 160 calorias em média.

Existem horas recomendadas para comermos doces, escolha uma. Elas são: Após as atividades físicas, Durante as refeições principais (almoço e jantar) e no Café da Manhã.  Dessa forma, não dá pra se sentir culpado. Esse post é um preludio, por assim dizer, da nossa próxima receita.

Para fechar, relembrem a deliciosa Fergie no clip de Fergalicious (2006) e fiquem com água na boca… pelos doces:

1.064 Comments